Pedal com os Filhotes na Reserva do Tamanduá

Neste sábado fizemos um pedal pais e filhos na Reserva do Tamanduá. Marcamos tudo na sexta à noite e no sábado, pelas 10:00h já estávamos a caminho do pedágio em São Luiz do Purunã. Fomos somente em quatro pessoas: Celio e Caio e o Natan e eu. Convidei alguns outros pais com filhos, mas estes não puderam participar. Uma pena, fica para a próxima vez.

Deixamos o carro no pedágio de São Luiz do Purunã e começamos o pedal em direção a Fazendo Thalia, pelas 10:30h e os meninos estavam eufóricos para fazer o seu primeiro trajeto em estradas de chão!

O pedal do Tamanduá é ótimo para os iniciantes. O trajeto é curto (cerca de 22 quilômetros) e praticamente plano. A única parte com desnível acentuado é a descida e subida de um vale que fica no meio do trajeto. Deve-se tomar cuidado na descida, pois a inclinação é forte. Quem não tem experiência é melhor descer devagar e com cuidado.

Paramos logo no começo para comer alguma coisa, pois o Natan estava com fome, e depois no rio, para tirar algumas fotos. Já na descida para chegar até a ponte, vimos nuvens negras na nossa frente. O vento começou a aumentar e sabíamos que a chance de tomarmos um banho era grande.

Depois que passamos a ponte o vento já havia aumentado consideravelmente. Quando começamos a subida já recebemos os primeiros pingos na cara. Passaram-se alguns minutos e levamos um bom pé d’água na cabeça, mas nada que não estivéssemos preparados. Todo mundo aproveitou aquele momento para se refrescar.

O Natan e o Caio andaram muito bem. O Caio, por ser mais velho, conseguiu fazer todo o trajeto na frente e sem sair da bicicleta. O Natan sentiu um pouco e reclamou do meio para o final. Mas com um pouco de incentivo (picolé no ponto final), pedalou forte. 🙂

Chegamos no posto de São Luiz do Purunã e deixei os três para tomarem um lanche e fui pedalando até o carro, que estava a quatro quilômetros dali. Na saída notei que o meu pneu havia furado, mas como ele esvaziava pouco, enchi bastante e pedalei até lá sem trocá-lo.

Peguei o carro e fui até o posto, onde eles me esperavam para voltarmos para casa.

Este foi um ótimo pedal de treinamento dos meninos e um novo recorde para o Natan: 22km. Parabéns!

Comments

  1. Catatau says:

    Legal!

    E até o pedágio para ir de bike, é tranquilo em relação aos carros? (enfim, pergunta de enferrujado…)

  2. Rodrigo Stulzer says:

    Oi Catatau!

    Até o pedágio? Mas saindo de onde? Do posto onde paramos? Sim, é tranquilo. Andar pelo acostamento, na maioria das estradas não é complicado. Só tem que ficar esperto.

  3. susi says:

    super paizões! tb já levei mt os meus jt… até pra ir pra escola e trablaho, teve um ano q subiamos tds jts de pedal… bom d+