De Volta à Academia

No final de fevereiro voltei aos treinos de musculação, depois de dois anos desde a última vez que me aventurei em puxar ferros. Os motivadores foram diversos, e estou me divertindo brigando a favor da balança, treinando sério e comendo com nunca fiz antes na vida. 🙂

Os motivadores foram vários: ganhar alguns quilos a mais, conseguir um físico melhor, tanto na aparência quanto para melhorar o rendimento nos esportes que pratico, além de uma ou outra coisa específica. Some-se tudo isso e me senti incentivado a procurar uma academia.

Achar um lugar que eu me sentisse bem e que tivesse um preço justo não foi muito fácil, mas nada que várias visitas e oito academias depois eu não encontra-se. Optei pela Esparta, um lugar voltado somente à musculação. O lugar é legal, os equipamentos são decentes, o clima é bom e o preço excelente.

Juntando tudo isso estou a um mês e meio treinando e considero que consegui bons resultados até agora. Ganhei cinco quilos de massa e tive uma boa evolução nas cargas. Para quem não sabe, o meu problema é ganhar peso. Enquanto a maioria das pessoas briga para perder, eu luto para ganhar. Não achem que ganhei estes quilos graças aos ferros que puxei. É claro que eles ajudam, mas só na questão para dar um indicativo ao corpo para onde ele deve ir.

O que realmente conta é a alimentação. Alguns dias antes de voltar para a academia intensifiquei minha alimentação e me preocupei em fazer tudo direito. Minha rotina voltou a ser me alimentar de três em três horas, comendo muito mais do que comia no dia-a-dia, e dando ênfase nas proteínas. E quando falo em comer mais, é mais mesmo, independente de estar ou não com fome.

Mas engana-se quem pensa que o esquema é aproveitar e engolir sanduíches, doces e sorvetes. Nada disso, a alimentação continua a mais natural e saudável possível, com muito leite, ovos, queijo cottage (proteínas), pão integral, feijão, leguminosas, saladas e aveia. Junte a isso um hipercalórico e um pouco de albumina para ajudar a elevar o percentual diário de proteína consumido.

Aproveitei e também comprei uma balança digital, algo que queria a muito tempo. Depois de procurar bastante, acabei encontrando uma ótima oferta: uma balança que também mede percentual de gordura, por R$73,00. Para quem se interessar comprei na Vitória Régia.

Quando iniciei na academia estava com 65kg e hoje estou com 70kg, um marco, pois nunca havia conseguido pesar mais de 69kg. E estes 69kg ganhei em 2008, exatamente quando estava na academia. É claro que neste processo vou ganhar um pouco de gordura, mas nada que uma dieta posterior não ajude a queimar o excesso. Mas isso quando atingir um peso que valha a pena fazer a dieta. 🙂

O grande problema que vejo na academia é conseguir manter a motivação para frequentá-la dia após dia. Parciamente resolvi isso, pois o Natan começou a ir mais cedo para a escola neste ano. E como sou eu que o levo de manhã, aproveito para malhar logo após deixá-lo por lá. Desta maneira resolvo isso logo de manhã e não tenho desculpas, pois ele tem que ir para a escola de qualquer jeito.

De tempos em tempos volto a falar por aqui como está a minha evolução.

Resumo: 50 dias de academia, treinando quatro vezes por semana e comendo como um animal. Até agora ganhei 5kg de peso.

Comments

  1. Marco Aurelio says:

    Algumas mulheres e até mesmo alguns homens ficarão com muita raiva de vc.
    Malhando para ganhar peso, kkkk, só vc.

    Abraço Guri

  2. mildão says:

    O segredo de evitar lesões é puxar ferro. O duro é manter o foco e ir firme no troxo. Na verdade não tem que pensar muito não, se pensar não vai.
    Um mp3 recheado de músicas agitadas é uma saída.
    No meu caso, fiquei 4 anos direto 5 x por semana. Melhorei fisicamente e se foram 20 kg. Troquei muita massa gorda por músculos.
    Hoje estou meio sacudo, estou indo 2x na semana, só manutenção mesmo. Darei um tempo e com certeza volto com 4 ou 5 x na semana, já senti a perda muscular. Em compensação to usando a bike como transporte/exercício, de 30 a 40 km diários.
    Suplemento alimentar, um super calórico + proteína vai te ajudar a obter resultados mais rápidos.
    Isso ae Tutu, boa sorte.
    Mooooooooove

  3. Caraio… e eu lutando pra me livrar da ‘pochete’… Eu treino, ando, subo, desço, e nada de voltar ao patamar de 3 anos. Mas cada um com seus problemas. Então boa sorte aí na engorda 🙂

  4. Opa, estamos no mesmo barco, também quero engordar uns quilos! Continua postando tua evolução que isso muito me interessa.

    Acho academia um saco, não consigo ter motivação pra ir. A única que realmente me cativou era uma em Curitiba que tinha uma bicicleta ergométrica hi-tech com um monitorzão na frente, com joguinho. Quanto mais forte você pedalava, mais rápido o tanque de guerra andava. Aí podia atirar nos outros tanques, era muito divertido. Fazia quase uma hora de bicicleta e nem via o tempo passar. Podia ter mais máquinas assim na academia 🙂

  5. […] completei dois anos ininterruptos que estou na musculação. Evoluí muito e consegui ótimos ganhos. Mas o que mais aprendi neste […]