Esportes e Frio: Reportagem do Transpirando.com no Jornal Qualidade

Neste tempo de frio é comum aparecerem reportagens sobre como se proteger no inverno. Estes dias recebi o contato da repórter Hipólita Senem, que, numa pesquisa na Internet, acabou achando algumas matérias que escrevi no inverno passado. Trocamos alguns emails e lhe passei algumas fotos. O resultado foi uma matéria no Jornal Qualidade, distribuído gratuitamente nas sedes administrativas da Prefeitura Municipal de Curitiba.

A matéria usou dados dos artigos do Pico Paraná com Amigos, Esportes e Frio: Como se Proteger, Para Enfrentar o Frio Use Roupas em Camadas e Pedal Pela Região de Campo Magro e Almirante Tamandaré.

Num outro box, a parte, ela falou também dos tubos de tecido que uso na cabeça e pescoço:

Quem tiver interesse em ver as matérias completas pode baixar os arquivo pdf aqui e aqui.

Segue o texto da reportagem:

Como se proteger do frio e praticar esportes

Redação: Hipólita Senem

Jornal Qualidade – Ano IV – Edição 20 – Abril e Maio de 2011 – pág. 8 – Editoria Esporte

O frio está chegando e com ele a prática de esportes ao ar livre pode espantar até os mais costumeiros esportistas.

O importante nesta época do ano é vestir roupas adequadas e apropriadas que não atrapalhem nem prejudiquem a prática esportiva, seja ela qual for.

De forma genérica é fácil encontrar a explicação de que um bom sistema de vestimenta para o frio consiste na composição de três níveis de roupa: nivel base ou roupa de baixo, isolamento e confinamento.

Por incrível que possa parecer, as roupas de baixo não devem ser de algodão, mas devem ser de material confortável, hipoalergênico e que absorva pouca umidade. A tecnologia de tecelagem permite que hoje esteja disponível no mercado, roupas fabricadas com tecidos com propriedades mecânicas de transporte de água (suor) de dentro para fora do tecido; inclusive produzidas em diferentes gramaturas.

Para o isolamento, esportistas mais experientes recomendam malhas de lã grossas, roupas feitas de fleece (tecido com toque suave e aconchegante, que promove conforto térmico enquanto a pele respira. Este tecido não pega bolinhas) e confecções de duvet (não é uma fibra mas um tipo específico de pena – sub-pena – de ganso que comprimida e tratada pode oferecer um isolamento térmico insuperável).

Para o isolamento o importante é a roupa aprisionar o ar aquecido pelo corpo e redistribui-lo. Aqui, roupas com elasticidade são bem aceitas.

O nível externo, ou de confinamento, tem a função de confinar o ar aquecido que envolve o corpo e evitar trocas de energia com o meio ambiente. Geralmente é melhor optar por roupas de tecidos a prova de vento, como o algodão como o brim com tratamento hidrófobo ou o nylon laminado ou resinado ou não. Estes materiais são encontrados nas confecções como anoraks, parkas e jaquetas que precisam apresentar respiros em lugares estratégicos, como abaixo dos braços e bolsos grandes e telados.

Para o esportista amador Rodrigo Stulzer, que pedala, corre e pratica montanhismo, a dica é usar roupas em camadas.

Ao pedalar na região de Campo Magro e Almirante Tamandaré com frio em torno dos 6/7 ºC, Rodrigo resolveu a situação colocando cinco blusas e uma calça de tecido suplex da marca Curtlo (leia box). As blusas consistiam em duas segunda pele manga longa, uma camisa fina manga longa, um fleece e por fim, uma jaqueta corta vento fina e leve. É claro que no meio da atividade bateu o calor.

No pescoço, Rodrigo costuma usar um tubinho de tecido que pode subir até o nariz, cobrindo a boca e proteger o rosto e pescoço do frio. Pode ser usado também para proteger o pescoço do sol numa caminhada. Outro tubinho vai para a cabeça, deixa o capacete mais firme e evita que o suor escorra (veja a foto na página 16 desta edição).

As mãos não podem ser esquecidas nos dias frios, por este motivo Rodrigo usa luvas de Neoprene que tem um bom isolamento térmico. Mas se o esporte requer mais aquecimento ainda, a Curtlo também oferece luvas de thermo skin, o mesmo tecido aplicado nas roupas usadas como segunda pele.

Roupas especiais como estas citadas são encontradas em lojas especializadas como a loja Acampar e Canion; nas academias, como Via Ventura e Swimex; e nas lojas de bike.

 

Comments

  1. Quero minha parte em dinheiro!! 🙂 Boa piá, firme na pegada aí. Grande abraço.