Velib: Serviço Público de Bicicletas em Paris

Na semana passada visitamos a linda e  maravilhosa Paris. Realmente uma viagem de sonhos!  Além do turismo padrão conseguimos fazer algumas atividades relacionadas aos esportes sendo uma das mais interessantes o serviço público de bicicletas chamado Velib (Vélos en Libre-Service à Paris). O sistema possui 20.000 bicicletas distribuídas em mais de 1.200 estações e dados de 2008 afirmam que mais de 110.000 pessoas usavam-no diariamente.

A nossa experiência foi muito boa e utilizamos as bicicletas quase todos os dias para trajetos curtos pela cidade. Para usar o sistema é necessário um cartão de crédito (com chip) para adquirir o seu código de acesso. Para os turistas existem duas opções de aluguel: 1,5 Euro por um dia ou 8 Euros por uma semana. Tudo é feito automaticamente através de um totem eletrônico.

Após selecionar o tempo desejado, um cartão simples de papel é dispensado com o seu código. Logo após o sistema pede uma senha e pronto! Agora é só escolher uma das bicicletas disponíveis, digitar o número no totem e ela é liberada na sua base. É bom lembrar que o sistema faz uma reserva de 150 Euros no seu cartão de crédito. Caso a bicicleta não seja devolvida, este valor será debitado em sua conta!

A partir da retirada da bicicleta você pode usá-la, e, devolvendo-a em outra estação em até 30 minutos, não paga nada a mais. Caso fique mais de 30 minutos com a bicicleta, paga 1 Euro pela próxima meia hora e 2 Euros pela outra meia hora seguinte. O objetivo deste tipo de tarifação é manter as bicicletas circulando, ao invés de deixá-las o dia inteiro com os usuários.

Dá para notar que as bicicletas foram desenvolvidas com o conforto em mente. Elas possuem três marchas, com um sistema estilo grip shifter, onde as trocas são feitas dentro do cubo traseiro. A posição de pilotagem é bem ereta e o banco é largo e confortável. Os paralamas são grandes e um protetor de corrente garante que ninguém se sujará pelo caminho. Além disso existe uma campainha para a buzina e uma cestinha de metal para o transporte de pequenos volumes; bem, em alguns casos não tão pequenos assim 🙂

 

No dia-a-dia vimos muitas pessoas usando o sistema, a maioria delas parisienses, apesar de que os turistas também se beneficiam do serviço.

Num dos dias vimos um caminhão recolhendo várias bicicletas em uma estação. Conversei com o motorista e ele confirmou que estavam sendo levadas para manutenção. Realmente, vimos poucas bicicletas com problemas, um ótimo sinal para um sistema deste tamanho.

Que bom se pudéssemos ter algo assim por aqui. Infelizmente acredito que ainda precisamos de muita educação de base para que o vandalismo e o roubo não afundem um projeto nacional destes.

Comments

  1. Renato says:

    Não precisa ir tão longe para achar uma Decathlon. Tem uma ali no Barigui 😉

  2. Rodrigo Stulzer says:

    Mas ali não tem um super-patinete para manobras por um preço incrível 🙂

  3. Xampa says:

    Legal !!! Que passeio.
    Aqui no Rio tem, mas nao funciona, eu acho.
    Agora, o afastamento está explicado, hehehehe