Corredor Iniciante: Como Escolher um Tênis Adequado ao seu Tipo de Pé e Pisada

Voltei a correr em outubro de 2008 para melhorar meu condicionamento físico para as corridas de aventura. Comecei com 3km, logo passei para 5, depois para 8 e em pouco tempo estava fazendo 12km por corrida, 3x por semana. Me considero um iniciante e acho que vou permanecer assim por um bom tempo. Acho que desta maneira posso dar algumas dicas para quem está iniciando agora, pois acabei aprendendo na prática e pagando o preço disso.

A corrida é um esporte aparentemente simples: é só pegar um tênis qualquer e sair correndo. O problema é que de simples não tem nada, tornando-se complexo à medida que você tenta progredir no esporte.

Eu acabei “ganhando” uma lesão por ter aumentado a minha quilometragem muito rápido. Minha lesão tem o lindo nome de Síndrome da Banda (ou trato) Iliotibial,  mais conhecida como joelho de corredor. Ela se caracteriza por uma dor na lateral do joelho. Provavelmente consegui esta lesão por ter aumentado a minha quilometragem muito rápido.

A corrida exige muito equilíbrio entre as várias funções do corpo. O principal é possuir uma estrutura óssea e muscular adaptada e condição cardio-respiratória (fôlego) que suporte o esforço necessário. No meu caso eu tinha o fôlego mas não estava com a musculatura pronta para suportar a quilometragem que estava fazendo. Junte isso com um tênis de mais de 3 anos de idade e pimba: uma lesão para atrapalhar os treinos.

Agora faço fisioterapia, corro menos (5km por vez) e estou me recuperando. No final das contas estou retrocedendo para poder avançar mais para a frente, pois um dos meus objetivos na corrida é fazer a Maratona de Curitiba em novembro deste ano.

Na fisioterapia me indicaram a compra de um tênis novo, voltado para o meu tipo de pé e pisada. E para quem é iniciante no esporte, aí que começa a complicação.

Descobrir o seu tipo de pé até que é fácil: ele pode ser chato, de arco normal ou alto. Basta olhar para a figura acima e ver qual é o seu tipo de pé. Agora descobrir o seu tipo de pisada, isto é, como é a maneira que seu pé pressiona o solo durante a corrida, é outra coisa.

Os tipos de pisada existentes são a supinada (pisada para fora), neutra, e pronada (pisada para dentro).

Muitas pessoas acham que o tipo de pé determina a pisada, mas isso não é verdade. Existe uma tendência do tipo do pé determinar a pisada, mas isso não é a regra. Para descobrir o seu tipo de pisada você tem duas maneiras: ou pega todos os seus tênis usados e analisa o desgaste do solado ou vai até uma loja especializada, que tenha uma máquina de testes, para descobrir o seu tipo de pisada.

Eu tenho pé com arco alto, que normalmente geram pisadas supinadas, mas depois de analisar os meus tênis achei que a minha pisada era neutra ou pronada. E daí, o que fazer?

Corri a várias lojas de tênis em Curitiba e não conseguia achar uma máquina para fazer o teste. Acabei descobrindo uma no Shopping Barigui, a World Tennis. Fiz o teste e deu neutra.

Então juntei as duas coisas: arco alto e pisada neutra. Com isso poderia escolher um tênis mais apropriado para mim.

Por ter arco alto, tenho uma menor área de contato dos pés com o solo, o que sobrecarrega ainda mais as articulações. Por causa isso eu preciso de um tênis que tenha mais amortecimento que o normal.

A pisada neutra não é problema, então era só procurar um tênis com bom amortecimento e que fosse indicado para pisadas neutras.

Normalmente existem tênis para pisadas pronadas e outros para pisadas neutras/supinadas. Pelo pouco que vi não tem nenhum especializado em pisadas supinadas, mas também não estou certo.

Acabei comprando o Mizuno Wave Pro Runner 11, que vi no guia do tênis da Revista Runner’s World de Dezembro. Ele foi escolhido na categoria Melhor Compra, pelo custo/benefício. Na revista o preço era de R$400 e achei por R$250.

Resumo da história ao começar a correr:

 

  • Descubra o seu tipo de pé (arco baixo, normal ou alto)
  • Descubra o seu tipo de pisada (neutra, supinada ou pronada)
  • Compre um bom tênis adequado aos tipos acima
  • Procure acompanhamento (assessoria esportiva, revistas ou amigos)
  • Aumente a sua quilometragem gradualmente
  • Faça alongamento, sempre!
  • Divirta-se!

 

Seguindo estas recomendações acredito que você poderá ter uma vida feliz e duradoura nas corridas!

Agora é só pegar o tênis e sair por aí para transpirar um pouco 🙂

Comments

  1. Gostei! Parabéns pelo post e pelo novo blog!

  2. Sivuca says:

    Foi em uma feira de atletismo aqui em Sampa que o pessoal do stand da Misuno fez este mesmo teste comigo. Só falta eu começar a correr novamente…
    Ah, em tempo, aquele RX é da sua bunda? parabéns hein! 😉

  3. Rodrigo Stulzer says:

    Oi Augusto! Obrigado, ainda mais vindo de você!

    Grande Sivuca! Que bunda? 🙂

  4. Aloisio Tavares says:

    Fala ae Rodrigo.
    Bom, se esse texto acima não estiver falando de vc, poderia encaminhar a quem o escreveu? Sobre este assunto, estou com o mesmo problema. Igual mesmo! Comecei a correr 5, fui pra 8 e depois 13 Km. Já tomei até infiltração no joelho e nada… Que tipo de medicação vc tomou? Antiflamatório? Quais? Que outros medicamentos vc tomou pra melhorar? Que tipo de fisioterapia? Não to aguentando correr nem 800 metros que doi! Agradeço sua ajuda.

  5. Rodrigo Stulzer says:

    Olá Aloisio!

    O texto é meu mesmo!

    Tomei ibuprofone 600mg, um antiinflamatório não esteróide. Dá para tomar até 5 ou 7 dias, 2x por dia, sem consultar um médico. Acima disso fale com ele antes.

    Mas não acredito que foi isso que resolveu o problema. Na verdade ainda não resolvi totalmente, mas estou melhorando bastante. O melhor é juntar o antiinflamatório com fisioterapia, gelo, reforço da musculatura e alongamentos.

    Espero que isso te ajude.

    Sucesso e abraços!
    Rodrigo

  6. Aloisio Tavares says:

    Valeu!

  7. […] faz um tempo que falei aqui da Síndrome da Banda Iliotibial. De lá para cá aprendi algumas coisas, mas ainda não melhorei. Estou na […]

  8. […] no google sobre como escolher um tênis para corrida encontrei seu […]

  9. Lili says:

    Seu site me foi muito útil. Acho que estava com uma lesão como a que vc descreveu. Com uma diferença: eu não fui a médico. Preciso só procurar um local que possua o tal aparelho. Muito obrigada. Seria tão bom se o mundo fosse composto por pessoas que se preocupam em passar uma boa informação adiante. Você está de parabéns.

  10. […] Dica: o tênis ideal para você varia conforme sua pisada. A maioria das pessoas têm a pisada “pra dentro”, então a maior parte dos tênis têm este grupo como alvo. Algumas têm a pisada neutra e poucas têm pisada para fora! Para ter certeza, é sempre bom consultar um profissional! Se você está começando a correr agora, não deixe de ler este post. […]

  11. Gi says:

    Valeu pela dica! Eu assisti em uma reportagem que tênis com mola podem fazer mal aos pés, que o recomendável são tênis de sola baixa (como o all star converse, por exemplo). Você discorda disso?

  12. Kadu says:

    Carra que legal estas dicas!

    Mais mata a minha curiosidade.

    Onde vc conseguiu encontrar um Mizuno Wave Pro Runner 11? Foi aqui em CTBA mesmo? Qual loja?

  13. raimundo Teixeira da Silva says:

    gostaria de que alguém me indique se aqui em fortaleza – tem alguma lojo ou academia que dispoem de um aparelho/ ou máquina ; daquelas que calculam e indica qual é o seu tipo de pisada , para saber qual o tipo apropriado de ténis para comprar. agradeço…. feliz natal … agradeço…

  14. isa says:

    muito obrigado pelas informaçoes eu tenho 11 anos e espero que melhore tinha uma pesquisa de educaçao fisica e voce me ajudou muito com essas dicas obrigada e melhoraas para vc

  15. Depois da discussão sobre correr descalço, esta análise muda um pouco, não é?

  16. Ygor Moretti says:

    Caraca, aconteceu a mesma coisa comigo, praticava musculação e estou ainda pesado, comecei a correr e diminui a carga da musculação. Participei de uma corrida de 5 k, depois 6, depois 8 e 10, depois da corrida de 10 começou essa dor, corri duas vezes com essa dor e ai parei com tudo, não tenho dores apenas quando corro, estou parado a tres semanas so caminahndo e fazendo musculçao e fortalecimento, as dicas aqui me ajudaram bastante, não fui ao medico ainda, mas vou ficar parado e voltar aos poucos e quando voltar a correr ficar nos 5 k por mais tempo, alé de fazer um trabalho forte de fortalecimento das pernas.

    é isso e a vontade de correr dauqlee jeito rsss

    grande abraço e parabens pelo blog!!!

  17. edson says:

    estou correndo por volta de 8km por dia esou sentindo muita dor na sola do pé e no tendão de aquiles, quero orientação correta por favor, sera que é o tênis?

  18. marcos says:

    Bza Edson!!!

    Meu pé é cavo, devido a esse problema gerou até tendinite, agora sinto dores no tendão e calcanhar.

    Atualmente, estou usando palmilha e tênis mizuno, penso em comprar asics, mas as dores permanecem e a queimação também.

    Vamos trocar mais informações.

    marcosarvelos@yahoo.com.br

  19. Daniel says:

    Parabéns pelo post. Passei pelo mesmo problema pelo rápido aumento o de distância em pouco tempo.
    Também estou me recuperando da lesão da banda iliotibial.