Como Usar Corretamente o Capacete

Sou meio purista com relação a equipamentos de segurança. Defendo-os e acho besteira quem não os usa, pois está brincando com a própria vida. Além disso, quem se quebra em uma atividade outdoor, pode estragar o final de semana de todas as pessoas que estão junto com ele.

No voo livre aprendi um preceito simples, mas muito eficiente: se você tem um equipamento, use-o! Era normal alguém não conectar o acelerador do parapente quando iria fazer um voo de fim de tarde. Mas já vi pessoas em apuros por não fazer algo tão simples quanto isso.

Mas do que adianta usar os equipamentos de forma incorreta? Ter uma falsa impressão de segurança, muitas vezes, é pior do que não usar coisa nenhuma. Pelo menos, quando você não os usa, toma mais cautela em suas atividades.

O que você prefere quebrar, o seu capacete ou a sua cabeça?

Pensando nisso resolvi escrever um pouco sobre o uso correto do capacete. O que falarei aqui está voltado para capacetes de mountain bike, mas as regras gerais valem para quase qualquer tipo.

Então o que fiz? Pesquisei na Internet várias fotos de pessoas usando capacetes, e o resultado está aí embaixo: 12 fotos mostrando o uso incorreto do capacete e 8 fotos com pessoas usando o equipamento corretamente. Mas correto ou incorreto para quem? Para os meus conceitos, ora bolas!

Brincadeiras de lado, quero mostrar, na prática, o porquê cada pessoa está errada ou certa na sua maneira de “vestir” o capacete.

Um Exemplo do Uso Correto do Capacete

Então vamos lá, mas para isso vamos voltar à foto inicial, no início deste artigo. Para facilitar vou colocar ela aqui abaixo de novo:

Esta foto acima mostra o meu ideal (ou quase) do uso correto do capacete. Veja que ele está bem posicionado na cabeça, paralelo com o chão. Não está apontando para baixo nem para cima. Veja também que as tiras de fixação estão sem folgas, mas não apertadas demais que eu não consiga abrir a boca ou engolir algo.

Veja também que o ponto onde as tiras se dividem está localizado logo abaixo das minhas orelhas. Este é um ajuste em que muitas pessoas erram. Aqueles pedaços de plástico que separam as tiras em duas partes são para serem regulados como na foto acima. Se fosse para eles ficarem junto com a presilha, que se prende ao pescoço, não teriam razão de existir. Eles estão lá exatamente para isso: ao se posicionarem mais perto do capacete, este fica estável e com baixa tendência de se mover na cabeça. Caso estivessem colados junto com a presilha, mesmo que as tiras fossem bem apertadas, facilitariam a movimentação do capacete na cabeça. E isso é a última coisa que queremos. Um bom capacete é aquele que fica firme em nossas cabeças!

Agora vamos às aberrações…

Uso Incorreto do Capacete: Primeiro Exemplo

Veja as quatro fotos abaixo; cada uma tem algo errado no uso do capacete. Será que você consegue descobrir? Pense um pouco antes de continuar a leitura.

Mulher de capacete vermelho: o capacete parece ser pequeno para a modelo, mas o pior não é isso. Do que adianta colocar um capacete na cabeça e não fecha-lo? Pode parecer besteira, mas já vi muita gente praticando atividades de aventura com o capacete aberto, sem prender a presilha. A melhor regra para isso é a seguinte: colocou o capacete na cabeça? Então feche a presilha! Assim você nunca errará. Quer soltar a presilha? Tudo bem, mas então tire o capacete da cabeça! Use esta simples regra e você nunca mais irá esquecer de fechar a presilha.

Mulher de capacete rosa com bolinhas brancas: ok, o capacete está fechado, ponto para ela. Mas de que adianta ter o capacete fechado se as tiras não estão firmes e justas? Na primeira batida, seja frontal ou lateral, ele sairá da cabeça, ou no mínimo não irá proteger a pobre menina do impacto. Lembre-se: tiras sempre justas!

Mulher fazendo continência: presilhas abertas! Nem precisa falar mais nada.

Homem de perfil: mais um com as presilhas abertas!

Uso Incorreto do Capacete: Segundo Exemplo

Vamos lá nós de novo. Mais quatro casos para você analisar antes de continuar a ler. Pense um pouco e continue a leitura.

Homem de amarelo: este aqui está com dois erros. as tiras não estão justas, podendo fazer o capacete se movimentar caso tenha algum impacto. Além disso as peças plásticas que controlam a separação das tiras estão muito baixas, quase junto à presilha do pescoço, causando mais instabilidade ainda ao conjunto todo.

Homem de cinza: este está quase certo. As tiras poderiam estar um pouco mais justas.

Criança oriental: as tiras não estão justas. Além disso a separação das tiras poderiam estar um pouco mais para cima.

Criança loira: capacete apontando para o alto; tiras frouxas.

Uso Incorreto do Capacete: Terceiro Exemplo

Vamos lá, este é o último exemplo do uso incorreto do capacete. Se não acertou muito nos exemplos acima, se dedique um pouco mais nestes abaixo:

Desenho do menino: este a própria ilustração mostra o que está errado: capacete apontado para o céu.

Homem Oriental: a separação das tiras está baixa. Poderia ficar mais perto das orelhas. De resto está até aceitável.

Homem de camiseta verde: capacete torto e tiras frouxas

Mulher loira: esta só pode ser uma modelo, de tão ruim que está! Tiras frouxas e separação muito baixa. Horrível!

Uso Correto do Capacete: Primeiro Exemplo

Agora vamos ao uso correto. Mesmo assim você pode tentar analisar as fotos abaixo. Tente ver se dá para melhorar algo:

Desenho do menino: bom posicionamento, tiras justas. Perfeito!

Desenho de mulher: idem acima. Eu só colocaria a haste do óculos por baixo da tira. Assim ele fica um pouco mais protegido e não vai voar caso o capacete leve alguma batida.

Homem de camiseta verde: tudo certo, não tenho nada a melhorar.

Homem de barba: a separação das tiras poderia estar um pouco mais para cima e a haste do óculos também deveria estar por baixo. De resto está ok.

Uso Correto do Capacete: Segundo Exemplo

Lá vai mais uma bateria de pessoas com o que considero um uso correto do capacete. Dê sua opinião antes de continuar a leitura:

Homem de azul sorrindo: tudo certo. Se fosse para melhorar subiria um pouco as peças plásticas de divisão das tiras.

Homem inclinado: este está perfeito. não tenho o que falar.

Homem de capacete azul: tudo certo também. Só não gostei do negócio que ele usa na orelha. Não devemos prejudicar a recepção de sons pelos nossos ouvidos, mas isso não faz parte desta análise. Ele também prefere deixar o óculos por fora. Eu prefiro por dentro, como já falei acima.

Homem de cinza: perfeito também. O óculos está por fora, mas já considero isso um gosto pessoal! 🙂 Note que até a tira que sobra ele prendeu. Eu costumava fazer isso, mas depois dá um trabalho maior para regular o capacete; atualmente prefiro deixar a sobra livre mesmo.

Pronto, agora você tem uma boa ideia de como usar o capacete corretamente. Note que aqui não falei nada de escolha de tipos de capacetes, foi só como usar!

Espero ter ajudado! Boas trips, mas com segurança!! 🙂

Comments

  1. Mildo Jr says:

    vou tentar regular o meu 😀

  2. Wellington says:

    Muito bom e interessante!

  3. Rodrigo, meus parabéns muito boa a aula de capacete e se muitos tivessem a consciência de usar seria menos mal…Te digo isso pq a alguns anos atrás aqui no Rio de Janeiro um amigo de uns 16 anos, estava na casa de um irmão e pediu a ele a bike dele emprestada só que o irmão morava numa ladeira o garoto desceu a ladeira e escorregou vindo a levar um tombo, só que ele bateu a cabeça no meio fio da rua e as pessoas que viram ele caindo disseram que quando ele caiu e bateu a cabeça o sangue jorrava que nem parecia uma mangueira espirrando água, pois levaram ele para o hospital e o mesmo ficou em coma por uma semana, vindo a falecer, foi lastimável isto acontecer, um jovem cheio de saúde e acontecer isso…Bom é issso ae amigo.

    Um abraço e boas pedaladas.

  4. Muito bom! Acho que instintivamente usei sempre de forma correta, até porque me sentia bem com as tiras bem presas e a separação bem próxima das orelhas. Mas cheguei até a achar que eu fazia errado, já que no grupo de pedal (de gente bem experiente) não via essa preocupação.

    Eu gostaria de usar algo entre a cabeça e o capacete, tipo a sua bandana, mas do jeito que vc a usou eu não poderia, com minhas enormes orelhas! haha!

  5. Wlad says:

    Cara muito bom !!! material de primeira… parabéns pelo tempo e capricho.

    Obrigado,
    Wlad

  6. Tuco says:

    Rodrigo, belo post. Nota 10. Geralmente soubemos como utilizar, como o cinto de segurança, mas alguma desatenção pode custar caro. Um abração e mais atenção ao capacete… Tuco

  7. Otavio Tavares says:

    Ufa… to salvo! acabei de ajustar o meu… valeu mesmo! grande abraço!

  8. Vitor Azevedo says:

    Muito bom o artigo. Para mim esclareceu muitas coisas.
    Mas faco outra pergunta, coisa de iniciante. Qual a relacao correta de altura do selim e guidon para pedalar? E a postura correta do corpo, que nao prejudique, coluna, joelhos e tornozelos?
    Grato

  9. Hilário says:

    Sensacional… parabéns pelo texto.
    Abraço

  10. Xampa says:

    post antigo, mas com um tema importante.valeu.