Pedal: Ferraria e Colônias Rebouças e Don Pedro

Neste domingo fizemos mais um pedal da série “Treinamento para o Circuito do Vale Europeu“. A Bel está firme e determinada para pedalar bem por lá. Treina quase todos os dias e no final de semana fazemos alguma coisa mais longa.

E este foi um pedal especial, pois no sábado compramos uma bike para ela, irmã da minha de tão igual que é. No final só mudou mesmo o tamanho do quadro e um ou dois componentes. A Bel se adaptou super bem com ela e gostou muito. Como falamos na gíria do ciclismo, a bike “vestiu” nela.

Desta vez o Markito e a Bia não conseguiram ir juntos. No sábado à noite fomos em uma festa junina na casa do Antonello e o sereno acabou pegando o Marco. Ficou com uma baita dor de garganta e ficou de cama. Markito, melhore logo!! Pelo menos valeu a festa, pois as comidas e o quentão estavam uma delícia.

Iríamos só a Bel e eu, mas de última hora o meu Compadre, o Celio, aceitou o convite e saiu com a gente. E junho, época de festa junina, vem a calhar do Cumpadi pedalar com a gente. Espero que ele consiga ir mais vezes, pois sempre gosta e sai feliz dos pedais, além de ser uma ótima companhia!

Dei a ideia de fazermos o caminho da Ferraria, que é longo e, apesar de ser de asfalto, é bom para pedalar. Antes de sairmos dei uma olhada no Google Earth, e vi a rota do pedal da lua cheia que iremos fazer na semana que vem. Como um pedaço do pedal também vai passar pela Ferraria, resolvi emendá-lo em uns caminhos que eu ainda não conhecia.

E não é que acabou dando certo? Da Ferraria entramos na Colônia Rebouças, com a sua Igreja super simpática e antiquíssima. De lá seguimos em frente, pelo caminho desconhecido até chegar na Passarela do Rio Verde. Passamos a BR e seguimos em frente, chegando na Igreja Figueiredo e depois rumamos à Colônia Don Pedro, minha velha conhecida de pedais passados.

Dali seguimos a trilha do meu Circuíto (quintal de casa) e voltamos chegando no Jardim Vergínia, em Santa Felicidade.

O pedal foi de 46 quilômetros e a Bel surpreendeu com a disposição e força para encarar todas as subidas e descidas deste trajeto. Foi em frente e só sentiu um pouco no final. Parabéns meu amor, você tem um ótimo potencial. E veja o melhor de tudo: nos divertimos muito e ainda queimamos 2.200 calorias! 🙂

E ela foi guerreira mesmo. Logo no início acabou caindo quase parada, sem nem saber porque. Foi de joelho no chão e bateu também a mão. O joelho ficou com uma boa ralada e, com certeza, vai ficar roxo. Na mão não aconteceu nada, pois estava de luva. Só está dolorida pelo impacto.

Prá variar tivemos um ótimo dia, com um pedal divertido juntando um bom treino para a Bel. E que venha o Circuíto Europeu! 🙂

Comments

  1. Marco Aurelio says:

    Parabéns duplos Bel (pelo pedal e pela bike nova),

    Facil facil, vc deixará estes marmajos comendo poeira.

    Abraços.