Como Escolher os Acessórios da Bicicleta: Do Mais para o Menos Importante

Quando um novato compra a sua primeira bicicleta fica meio perdido com a quantidade de acessórios disponíveis. O que comprar primeiro? O que é mais importante? Tentando responder esta pergunta resolvi fazer uma lista, em ordem de importância, sobre o que eu considero mais essencial para se comprar.

Como falei, esta lista é pessoal, e reflete o meu ponto de vista. Leia os argumentos e adapte-a para as suas necessidades. Como sempre falo, esta lista foi feita pensando no mountain bike, mas pode ser usada em outras modalidades sem grandes problemas.

Então vamos lá, segue a lista dos equipamentos que considero mais importantes, em ordem de prioridade:

  1. Capacete: é o equipamento essencial. Você não deve sair sem ele. Para mais detalhes veja o meu artigo sobre Como Usar Corretamente o Capacete.
  2. Luvas: a mão é a primeira coisa que toca o chão numa queda, então as luvas são essenciais também. Sem luvas você deve sentir-se pelado.
  3. Kit de reparos: que inclui câmera de ar sobressalente, bomba, remendos e algumas chaves.
  4. Bermuda: uma boa bermuda de ciclismo eu considero também essencial. Ela vai te deixar mais confortável para pedalar e protegerá a sua bunda em pedais mais longos. Lembre-se que também existem técnicas para minimizar as dores na bunda.
  5. Caramanhola: a “garrafinha” de água é algo que se negocia junto com o pacote da bike. Já recomendo ter duas, pois os pedais grandes são mais exigentes, e nem sempre se encontra água fácil pelo caminho.
  6. Camiseta: a camiseta de ciclismo, de um bom material, também te ajuda a aproveitar melhor o pedal. Esqueça aquelas de algodão. Além de ficarem horríveis, não secam direito.
  7. Óculos: o óculos também é equipamento de proteção. Qualquer um serve, contanto que proteja os seus olhos. À noite, utilize um óculos transparente.
  8. Ciclocomputador: Este não é essencial, mas é um ótimo motivador. Saber quantos quilômetros você andou e como está a sua média de velocidade é algo que te motiva.
  9. Sapatilha/pedaleira: a sapatilha ou pedaleira é algo que vai fazer as suas pedaladas renderem mais. Escolha uma ou outra, mas coloque este acessório na sua bicicleta.
  10. Bar end: normalmente se compra junto com a bicicleta, mas não é tão essencial assim. A grande sacada do bar end é você poder mudar a posição das mãos em pedais longos e para ajudar quando se está pedalando de pé em uma subida.
  11. Luz de Segurança: aquela luzinha vermelha que fica piscando é item de segurança. Ela ficou nesta posição pois no começo nem sempre se pedala à noite. Mas tão logo você se aventurar em passeios noturnos, tenha uma dessas. Ela pode te salvar a vida.
  12. Farol: o farol é um item óbvio para as pedaladas noturnas. Hoje em dia existem as opção de led, mas muitas são fraquinhas. Teste bem antes de comprar.
  13. Mochila: antigamente se usava pochetes grandes. Hoje, com as mochilas pequenas de assalto (ou de corridas de aventura), fica muito mais fácil levar materiais ou a alimentação para o pedal.
  14. Suspensão: uma suspensão é algo que te dá muito mais conforto e segurança para encarar as descidas com mais velocidade. Tem para todos os bolsos. Veja o melhor custo benefício e coloque uma assim que possível.
  15. GPS: o gps é algo bem particular. Eu já usei muito no voo livre, mas hoje não tenho muita vontade de colocá-lo na bike. Mas para pedais onde se vai para o desconhecido, podem ajudar bastante.

Por favor sugiram coisas que esqueci e em que lugar na lista as colocariam. Assim podemos ajudar os que começam agora no esporte!

Comments

  1. xampa says:

    fala cara !!! blz?
    o que vc acha das bikes single speed ou fixed gear? Existe uma galera que curte e confesso, que nesse mundo de milhões de coisas que nos ajudam (ou atrapalham) tenho começado a olha-las com interesse.

  2. Ricardo Brigato Scheicher says:

    Olá Rodrigo, acho que as caramanholas deveriam ter um pouco mais de relevância pois conseguimos pedalar sem farol, mas nem sempre sem água.
    Fora isso, acredito que essa lista seja muito boa para começar mesmo.
    Gostaria de parabenizá-lo mais uma vez pelo blog e pela marca de 100 posts.

    Parabéns.

  3. Lex Blagus says:

    Ótimo tema !!!

    Poderia adicionar: alforges, bomba de ar no kit de reparos, anorak (casaco para vento e chuva), paralamas, protetor solar (para um branquelo como eu é essencial), algum contínuo (barrinha de cereal, power gel etc), camel back (em troca da caramanhola).

  4. Tuco says:

    Fala mestre tudo bem? Nota 10 de postagem!!! Eu acrescentaria uma boa bomba de ar no kit reparoe e uma mochila com água para longos tiros, pois com uma caramanhola só, já fiquei com sede algumas vezes, sem água para reabastecimento. Um abração e bons treinos parceiro!!
    Tuco –Treinando para superar a barreira dos 42K!!
    Curitiba- PR
    http://tcprojetotriathlon.blogspot.com/

  5. Neto Goulart says:

    Quase perfeita a sua lista, realmente acho que faltou a bomba, já que pra mim ela é mais importante do que o kit reparo. Calma explico, não adianta ter o kit reparo se vc não sabe usar. é o meu caso, sou ciclista iniciante, desde março e se furar um pneu meu, eu vou tacando a bomba no bixo, se não adiantar, empurro a bike até uma borracharia. No mais tudo certo, talvez um anorak para dias de chuva e frio.
    Abraços
    Neto

  6. Rodrigo Stulzer says:

    Obrigado pelas sugestões pessoal! Já incluí a bomba e mudei a caramanhola de lugar.

    Notem que aqui eu coloquei as coisas mais essenciais (o gps estaria fora disso). Senão a lista iria passar de 100 itens, que não é o objetivo deste post! 🙂

  7. zé álvaro says:

    duas coisas que eu não uso de jeito nenhum: bar end (ou bar hand) e pedaleira. o primeiro é porque eu não gosto, acho que mais atrapalha do que ajuda. já tomei capote porque um galho me segurou pelo bar end, mas isso acontece..
    quanto à pedaleira, acho muito perigoso. no caso de uma queda seus pés não vão se soltar do pedal e a bike vai rolar junto com você, aumentando o risco de se machucar.
    no mais é isso aí, e só um lembrete válido em tempos de chuva: quem gosta de água/lama é motoqueiro. evite, sempre que possível, passar por poças de água e riachos, principalmente se forem fundos a ponto de cobrir o cubo da bike. melhor carregá-la e molhar os pés. seu equipamento agradeçe.

  8. eros says:

    Parabéns pelo post! Eu acrescentaria que, se possível, a suspenssão deve ser com TRAVA, para ter maior desempenho nas subidas (para não ter aquele balanço nas puxadas perdendo energia). Até mais.

  9. mildo jr says:

    para cidade: campainha

    para longas distancias:bagageiro

    ferramentas: aqueles multi funçoes e não esquecer do sacador de corrente

    01 cabo reserva grande, pode ser usado para freio ou cambio,,

    mooooove

  10. Sivuca says:

    Um acessório indispensável é o Marcos! Veja só que espetáculo nessa foto que está no nosso álbum de fotos. http://picasaweb.google.com.br/alejandro.m.arancibia/IlhaDoCardosoAle#5379595691957595298

  11. […] Ou então ser acrescentada a excelente lista que o Stulzer fez: Acessórios para bicicletas. […]

  12. Júlio Melo says:

    Acho que para um iniciante, ou mesmo para quem já é mais rodado sempre vem a dúvida em relação aos acessórios, e a dúvida é também em relação às marcas dos produtos… algumas marcas são meio que referencias como o cambio Shimano, o ciclocomputador Cateye e por aí vai… já algumas eu nem conheço

    Já comentei na sua coluna no webventure…

    Um abraço

  13. […] bike, fazendo com que eu andasse pela canaleta, encontra-se uma pedra, e caisse dentro do mato ( Salve a luva de proteção, que pensei muito para comprar.). Rapidamente me levantei e retomei o […]

  14. marileis says:

    Segurança em primeiro lugar! Os faróis são essenciais, já que nunca se sabe quando será o próximo passeio ou se ele vai durar até a noite. Anorak, protetor solar, água potável, duas pastilhas de Clorin, barrinhas de cereal e kit de primeiros socorros (para a bike e para o dono).
    Se souber arrumar na mochila, dá pouco volume.
    Bom divertimento!