Barragem de Piraquara e Morro do Canal

Neste sábado fizemos um pedal com as esposas, que a tempos não pedalavam com a gente. O Leandro promoveu um pedal para o Morro do Cal, mas como a quilometragem era muito grande resolvemos fazer algo mais light para não forçar as meninas.

Saímos as 11:00h da casa do Antonello, que fica entre Pinhais e Piraquara e pegamos as estradinhas da região. Eu já fui algumas vezes na represa. Uma somente com o Markito e outra com o pessoal do Odois. Eu ainda fico meio perdido com as estradas de Piraquara e resolvi só curtir o pedal, deixando a condução com o Antonello, que é local. A minha única sugestão foi de não forçarmos demais para não sobrecarregar a Bel e a Bia.

Depois de uma tentativa frustrada de tentar chegar na represa no mesmo ponto em que passei pelo Opendal do Odois, desistimos e entramos em outra estrada local. Seguimos pedalando até que o Antonello falou que estávamos perto do Morro do Canal. Como tinha uma lanchonete por lá, resolvemos conhecer o local. O pedal já estava com uns 24 km e comecei a achar que já havíamos andando muito no caminho de ida.

Chegamos à lanchonete e fomos muito bem atendidos. Lugar simples, ainda mais pela distância da civilização, mas com um cardápio bem variado. Até tomei um sorvete de flocos de sobremesa! 🙂

Enquanto estávamos lá chegou outro ciclista, o Wagner. Sozinho, disse que seus amigos desistiram e ele resolveu ir sozinho mesmo. Combinamos algum pedal pela região de Campo Magro, que ele não conhece. Depois do almoço nos preparamos para voltar e o Wagner resolveu sumir o Morro do Canal. Segundo ele demora em torno de uma hora e até crianças podem fazer a trilha. Bom lugar para levar o Natan numa próxima aventura.

Voltamos por outra estrada, desta vez margeando a represa. Esta parte do pedal foi bem mais bonita do que a ida e também um pouco mais light, porque a maior parte do trajeto é plano. Deu para ver que os locais usam muito a represa para pescar. Vimos inúmeras pessoas curtindo o sábado com uma vara na mão.

Num ponto da estrada vi que já tinha passado por ali e achei o trajeto que havíamos feito na parte da ida no Opendal. Voltamos por ele e chegamos na estrada da Roseira, a poucos quilômetros de onde havíamos iniciado o passeio.

No final do pedal encontramos um carrinho de caldo de cana e paramos para nos refrescar.

Chegamos na casa do Antonelo por volta das 18:00h, com 47km de pedal. Acabamos pedalando mais do que devíamos e as meninas chegaram com dores na bunda. Ficamos lá conversando até perto das 20:00h quando voltamos para casa. Jantamos e vimos um filme, indo dormir em seguida. O domingo nos aguardava com mais um passeio sobre duas rodas, mas que desta vez foi de moto, até a Colônia Witmarsum.

Comments

  1. […] E este fim de semana foi das duas rodas. Domingo, o passeio de moto, e no sábado, um ótimo pedal pelo Morro do Canal! […]

  2. du says:

    Boa man! Belo pedal por Piraquara.
    Eu também demorei um pouco pra me encontrar por essa região. É a famosa tendência “Campo Lárguica” de deixar de explorar outros lugares. Com o tempo tudo se resolve (com tempo bom, claro!).

  3. […] os lugares e mostrar coisas novas para os meninos. Eu conheci o Morro do Canal a pouco tempo, num pedal “maridos e esposas” e gostei do lugar. Acabamos acertando, pois a caminhada é interessante, o visual é bonito e o […]