Pedal Sábado e Domingo, Terminando com uma Motocada

Esta última semana foi bem legal em termos de esportes. No feriado fomos para a praia e consegui correr todos os dias, além de brincar na slackline. Na quarta-feira, já de volta à Curitiba, fiz um pedal a convite do Luiz. E neste final de semana andei no sábado e no domingo! Muito bom!

Sábado – Pedal pela Trilha da Copel

No sábado estávamos sem nada marcado, quando o Pedro (primo da Bel) ligou. Ele mora em Ponta Grossa e veio trazer a irmã para fazer um concurso. Como ele está bem interessado nas mountain bikes, convidamos ele para um pedal rápido, aqui pela região de Santa Felicidade.

Como tínhamos menos de duas horas, sugeri fazermos a trilha da Copel. Ela é muito perto da minha casa (3km) e toda em estrada de chão. Foi lá que fiz a Corrida Rústica da Copel, no ano passado. Fizemos exatamente o mesmo trajeto da corrida, só que no sentido inverso (anti-horário). O tempo estava quente e suamos bastante. A Bel, como está meio parada, ficou enjoada quando forçou um pouco a mais. Nada grave, em seguida já estava pedalando novamente.

Emprestei a minha Trek para o Pedro e o pneu murchou no meio do caminho. Enchi de novo mas logo em seguida ele ficou no aro. Paramos para trocar e notei que o remendo que havia feito da última vez havia se soltado, rasgando um grande pedaço da câmera. Esta teve que ser aposentada.

Chegamos em casa com 17km pedalados. Pouco mas muito divertido e bom para o Pedro conhecer um pouco da região aqui de Curitiba.

Domingo – Pedal Copel, Colônia Don Pedro e Ferraria

No sábado à noite liguei para o Minduim e ele me convidou para um pedal no domingo de manhã. Como só teríamos compromisso de tarde resolvi encarar este também.

Saímos as 09:00h do viaduto da Orleans e fizemos a parte inicial do pedal da Copel. Mais para a frente tocamos para a Colônia Don Pedro e descansamos um pouco. Estávamos em oito pessoas e alguns resolveram voltar dali mesmo pois o ritmo estava pesado.

Seguimos em quatro em direção à Colônia Rebouças mas estávamos tão entretidos na conversa que erramos o caminho e caímos na Metalúrgica Gans. Para não voltar pelo asfalto seguimos reto por uma estrada de chão e fomos até a Ferraria. Dali voltamos pelo Passaúna.

Cheguei em casa com 38km pedalados. Pouco também, mas num ritmo mais pesado e ótimo para queimar muitas calorias.

Domingo à tarde: Passeio de Moto até a Colônia Witmarsum

De tarde eu e a Bel convidamos uns amigos e fomos de moto até a Colônia Witmarsum tomar um café colonial, nós de Shadow e eles de CB1300. Na volta o Lourenço queria conhecer a nossa moto e trocamos. Me impressionei com a estabilidade e facilidade de pilotar a CB. Que moto fantástica!

Chegamos em casa já escurecendo e o esquema foi relaxar e ver um filminho, para descansar do fim de semana agitado. 🙂

Comments

  1. Renato says:

    Que pena que não pudemos ir. Depois dos 600 km de sábado estávamos um bocado cansados. Fica para a próxima.

    Renato

  2. marco barbosa says:

    Bacana o pedal de domingo, deu para trocar a poeira que esta na bike, kkk

    Qto a CB 1300, vc fala isto por que não andou na minha lead, kkk

    até a proxima.