O Vegetarianismo e os Esportes de Aventura

Hoje completo seis anos como vegetariano e me sinto muito feliz por ter tomado esta decisão. Considero que contribuo para o bem estar do planeta, para a diminuição do sofrimento animal e para a minha saúde.

Há cerca de dois anos atrás fiz um artigo no meu blog pessoal falando como virei vegetariano. Na época eu gostaria de compartilhar a minha experiência e o processo de transição para uma dieta ovo-lacto-vegetariana. O artigo tem, em média, 1.200 acessos por ano e algumas pessoas já se espelharam nele para iniciar a mudança ou para continuar no processo de se tornarem vegetarianos.

Agora eu gostaria de dar um enfoque um pouco diferente, falando da minha condição de vegetariano e praticante de esportes de aventura. Preparem-se pois no próximo parágrafo vou falar o grande segredo de como ser vegetariano e multi-esportista ao mesmo tempo. Atenção, preparem-se!

O grande segredo de ser vegetariano e multi-esportista é……… nenhum!

Hã, não entendi! Como assim?

É isso mesmo que falei acima: não existe segredo em ser vegetariano e multi-esportista. Nada, niente, nothing!

Explico melhor. A questão de ser vegetariano e praticar vários esportes diferentes não altera o meu tipo de dieta, e esta é a grande questão. O mito de que a dieta vegatariana é pobre, que deixa as pessoas cansadas, fracas, e sem disposição, não existe. É exatamente isso, um mito! Posso dizer que sou a que isso não existe, e o Transpirando.com está aqui para mostrar como um vegetariano vive a sua vida, cheio de energia e alegria! 🙂

O que faço é tentar seguir uma dieta saudável e natural. Na medida do possível evito alimentos industrializados, dando preferência para os naturais, frescos e integrais. Ou você acha que um hamburger do Macdonalds que se mantém intacto por quatro anos tem alguma vida nele?

Outra dica básica e super batida é se alimentar de forma mais colorida possível. A explicação é simples: quanto mais colorida a comida, mais diversificados são os nutrientes, vitaminas e tudo o mais que o alimento pode nos proporcionar.

Já fiz alguns exames de sangue e em todos eles o resultado é normal. Não dá para saber, pelo exame, se a pessoa analisada é vegetariana ou não. Todos os meus índices (ferro, etc) são compatíveis com a normalidade. E claro, ficamos mais bonitos quando somos vegetarianos! 🙂

Nas minhas atividades esportivas tento mesclar a praticidade com a natureza, incluindo géis de carboidrato e barras de proteína junto com frutas naturais ou secas. Também faço misturas como amendoins com banana, passas e castanhas.

Ser vegetariano é uma maneira de respeitar a natureza que tanto admiro e que me proporciona momentos maravilhosos na vida. É uma maneira de me sentir mais integrado aos animais, montanhas, campos e plantas.

Ser vegetariano é uma maneira de me sentir mais vivo.

Aproveite e veja abaixo um vídeo de vegetarianos famosos:

Comments

  1. Olá Rodrigo. Tento a alguns anos conseguir não comer mais carne. Está fora da minha dieta bifes, churrascos e afins, mas não consigo me desligar daquela carne que vem embutida no alimento, como presuntos, salames em pizzas, macarão a bolonhesa e etc. Sei que vou conseguir um dia me livrar desta alimentação, mas não é fácil. Um abraço!

  2. Cris says:

    Isso mesmo! Abaixo ao mito do vegetariano fraquinho. Nasci vegetariana (meu organismo não aceita proteina de origem animal) e convivi com este preconceito. Hoje, tenho mais segurança. Me alimento muito bem e também encaro vários esportes… Talvez nos veremos na corrida de montanha da Ilha do Mel!

  3. […] atleta, mas nem sempre isso é verdade. Ao longo dos anos me converti cada vez mais a um tipo mais natural de alimentação. Acho que ainda estou longe do ideal, mas procuro seguir este […]

  4. […] um exemplo de que manter uma alimentação vegetariana não influi na sua condição física. Bem, na verdade acho que pode até ajudar.  Eu não como […]

  5. […] Procuro as opções  mais naturais e saudáveis, sempre em busca de proteínas, já que sou vegetariano. Nesta busca soube que a pasta de amendoim (manteiga de amendoim ou peanut butter) era uma ótima […]

  6. […] vegetariano procuro encontrar fontes de proteínas que saiam do batido leite, ovos e soja. Estes dias vi um […]

  7. Laine says:

    Oi, Rodrigo. Sou vegetariana há 6 anos e quero me dedicar ao montanhismo. Estava em dúvida se a minha alimentação iria “atrapalhar” a prática desse esporte. Seu artigo me inspirou e me deixou aliviada. Valeu mesmo!!!!

  8. […] Encontrei-o quando procurava uma pessoa para me orientar na musculação. Como ele também é vegetariano, as coisas ficaram muito mais fáceis! Já trabalhamos juntos a um mês e estou gostando do […]

  9. […] dos alimentos. Não utilizei nenhum tipo de carne (vermelha, frango ou peixe) na dieta porque sou vegetariano a dez […]